Wednesday, September 27, 2006

sonho (de padaria) x sonho (de sono)

Tenho uma roda grande de amigos, pena que 90 por cento deles sejam colorados (para quem não sabe o que é isso, são os torcedores do Internacional de Porto Alegre). Sou minoria absoluta no meio de um mar vermelho totalmente sem graça. Até tenho livre acesso aos churrascos onde essa trupe assiste os jogos televisionados do tal de Inter, mas tenho que ficar quieto no meu canto. Motivo: sou gremista, tricolor de coração, totalmente contrário a esse lenga-lenga que diz que “...meu coração é vermelho, elho, elho...”. Se esses sem graça vivem dizendo isso, contra argumento com uma citação do célebre astronauta Yuri Gagarin, primeiro ser humano no espaço sideral, que a bordo da Vostok e de uma minúscula janela de onde viu um ponto chamado Terra, disse via rádio a seguinte frase: “A terra é azul (muito bem utilizada pelo meu time...)”.
Dia desses, no início de 2006, pouco antes de começar a Libertadores da América (torneio de clubes mais importante da América), ouvi dizer de um desses torcedores que o Inter seria campeão... respondi que lugar de comprar sonho era na padaria... perdi um bom momento de ficar quieto, já que o dito time sagrou-se campeão e entrou para o seleto grupo de vencedores (aonde o meu Grêmio já tem presença há mais de 2 décadas)...
O pior de tudo foi escutar do Damázio, em um churrasco realizado em Garopaba, em abril desse ano, que o Perdigão (do Inter) marcaria o Ronaldinho Gaúcho (do Barcelona) na disputa do Mundial Interclubes, no Japão... dito e feito, os dois vão se encontrar nesse fatídico jogo... mais um momento perdido pra eu calar a minha boca...
Bom, pelo menos ainda posso “secar” para que eles percam esse jogo, a ser realizado em dezembro...
Acho que vou perguntar ao Damázio qual vai ser o resultado, mas ainda acho que, nesse caso, lugar de comprar sonho é na padaria... espero não queimar a língua de novo...


Up the pumkins!!!

0 Comments:

Post a Comment

<< Home